Orpheu Leal

Como é bom viver em Paz!

Textos


             A BELEZA DOS BEBÊS

 

Crianças quando nascem são bebês,

E nada sabem, mas já têm instinto,

Quando têm fome gritam com altivez,

Os pais só olham e há amor, eu sinto.

 

Para acalmá-los a mãe dá seu peito,

E a coisa repete-se dia-a-dia,

Ficam quietinhos e bem satisfeitos,

Ah! Deixá-los com fome é covardia...

 

Os bebês vão crescendo e aprendendo,

Dando os primeiros passos sem firmeza

E poucas palavrinhas vão dizendo.

 

E quem não aprecia uma criancinha?

Somente um insensível com certeza,

Todo bebê é uma belezinha!

 

Parabéns, Mestre Jacó, pelo lindíssimo soneto:

          ODE ÀS CRIANÇAS

Valorizamos a criança, ao cuidar dos filhos,

Mas só vivemos tal fase, com nossos netos.

É quando nos realizam, e no ciclo completo,

Absorvemos da vida, as essências e o brilho...

 

Ante o bem sem fim, que nossa alma aceita,

As três gerações vivas espalhadas no tempo

Vislumbro acreditando que o Céu ver atento,

O Criador e a criatura numa relação estreita...

 

Sinto a essência divina, tal no mel duma flor,

Irradiado nos bebes atraindo nossos olhares,

Como agem as abelhas nos tratos peculiares...

 

Tanta beleza e perfumes catalisando o amor,

Dissipam a tristeza, com certezas singulares,

Ao creditarmos às crianças esteios familiares...

 

Orpheu Leal
Enviado por Orpheu Leal em 28/04/2022
Alterado em 15/05/2022


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras