Orpheu Leal

Como é bom viver em Paz!

Textos



NOSSO RIO TRANSBORDOU
 

Quando a tempestade açoitou
Nosso Rio de Janeiro,
Todo o Rio transbordou
Com tamanho aguaceiro.
 
O Rio outro rio virou,
Com água pra todo lado,
O trânsito inteiro parou,
Deixou o povo assustado.
 
Carros foram arrastados
Que a enxurrada levou,
Muitas casas desabaram.
 
Prejuízos constatados,
Muita gente então chorou,
As lojas todas fecharam.

Parabéns, distinta amiga Bia, pela bela interação:

Quando o rio transborda,
o Rio sufoca
por tanta água que chega a prejudicar
a sociedade que não deixa de se preocupar...

Obrigado, ilustre poetisa Valéria Lira, pela linda interação:


Existe um Rio
a mostrar belezas
de janeiro a janeiro.
Outro rio apareceu...
se fez chorar de um povo inteiro.


Obrigado, Norma Aparecida, pela tão bela interação:

O rio não tem saideira
O homem sua ida atrapalhou
Não tem como descer a ladeira
O homem, construiu e cercou.

Sua passagem ficou entupida
Nos morros profunda erosão
Lamas em ruas e nas avenidas
Tantas perdas, sofre o coração.








  
                         
 
 
Orpheu Leal
Enviado por Orpheu Leal em 09/04/2019
Alterado em 17/04/2019


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras