Orpheu Leal

Como é bom viver em Paz!

Textos



ILUSÕES DA VIDA – Francisco Otaviano 
 

Quem passou pela vida em branca nuvem
E em plácido repouso adormeceu;
Quem não sentiu o frio da desgraça,
Quem passou pela vida e não sofreu:
Foi espectro de homem, não foi homem,
Só passou pela vida, não viveu.

                


 
      Fico tão encantado com este poema de Otaviano, que quis dividir sua beleza com vocês.

NOTA: Francisco Otaviano de Almeida nasceu no Rio de Janeiro em 1825 e faleceu em 1889.
FRANCISCO OTAVIANO
Enviado por Orpheu Leal em 30/03/2014
Alterado em 30/03/2014


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras