Orpheu Leal

Como é bom viver em Paz!

Textos


             LÍNGUA FERINA

          A LÍNGUA, QUANDO É FERINA,
          SAI DA BOCA SEM CUIDADO,
          PERIGOSA É A PEQUENINA,
          DEIXA O POVO PREOCUPADO.



Obrigado, Mestre heliojsilva, pela brilhante interação:

Aqui se faz, aqui se paga.
Um famoso ditado popular.
Dentre muitos que nos fazem pensar.
Uma palavra pode virar chaga.


Excelente a sua interação, meu nobre amigo Tildé:

Domar a língua é uma arte
Deixa-la solta ferina,
com certeza é um desastre!
provoca uma triste sina.


Obrigado, poetisa UMA MULHER UM POEMA,   por sua  brilhante interação:

A língua não tem osso
Fala o que bem quer
Cuida da vida dos outros
Coça na boca da mulher.


Meu grande amigo poeta, Antenor Rosalino, obrigado pela  brilhante interação:

 Quando o uso é indevido
E a fala é transgredida
Soa triste nos ouvidos
A palavra proferida.


Obrigado, ilustre poetisa ARUANDA, pela magnífica interação:

Aqui se faz aqui se paga
diz o dito popular
em boca que roga praga
não se pode confiar.


Antonio Galdino, ilustre poeta, sua interação ficou excelente:

Trova bem trabalhada
parabéns ao trovador
ela está caprichada
pois foi feita com amor!


Obrigado, meu amigo Alkas, pela bela interação:


Língua pode ser pequenina
mas fere sem tomar cuidado
e pobre daquele coitado
mordido que foi pela sibilina...


Mestre Jacó Filho, sua interação ficou excelente:


Por sempre falar demais,
Ferrei-me sem precisão...
A língua que tem ferrão,
Passa o dono pra traz...




 
Orpheu Leal
Enviado por Orpheu Leal em 12/01/2018
Alterado em 04/02/2018


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras