Orpheu Leal

Como é bom viver em Paz!

Textos


POLÍTICOS SINISTROS
 
 
Quais são esses políticos traidores,
que fingem defender nossos direitos?
São eles perigosos impostores
e que infelizmente foram eleitos.
 
O povo está cansado de sofrer
e não aceita mais humilhações;
os políticos corruptos, ao morrer,
não levarão dinheiro em seus caixões.
 
Agora já estão sendo condenados
e conduzidos para o xilindró.
Que sirva de lição aos renegados.
 
Ministros, deputados, senadores,
serão marcados pelos dissabores
e deles o povo não terá dó.

 

 Obrigado, Mestre Jacó, pela excelente interação:


QUADRILHAS
São João está furioso e com motivos,
O sentido da quadrilha corrompeu-se...
Por todo o ano a atuação estendeu-se,
Roubos e golpes, tornam-se atrativos...
Cordões oficiais saindo do congresso,
Pulam a fogueira do supremo tribunal...
Existe quadrilheiro em retorno oficial,
Marcando o ritmo, como réu confesso...
Condenado solto, com razões, festeja,
Por voltar a ativo, no lucro financeiro,
Do rombo diluído pro povo brasileiro...
Eleitores inaptos entregam de bandeja,
Instrumentos legais ao nato carniceiro,
Que nos come vivo de março a janeiro...


Agradeço ao amigo Geraldinho do Engenho por brindar-me com sua interação:

Parabéns ao mestre Orpheu,
O rei do soneto que o recanto elegeu,
Para ser o porta voz e dizer a verdade.
Mostrar para o mundo nossa triste realidade.
Estamos de pires na mão esperando por alguém
Que seja honesto, não seja ladrão, que não roube ninguém,
Que governe o Brasil nosso gigante colosso,
Que coma a carne e não nos mande o osso
Que faça do Brasil o país da verdade,
resgatando o direito de se ter liberdade
De poder ir vir sem medo de ladrão
Andar de cabeça erguida com um sorriso estampado
Sentir calor humano em aperto de mão
Confiar confiando nos homens da lei
Pensar que o Brasil ainda tem jeito
Olhar o plenário e só ver político direito! 


Parabéns ilustre colega, Poeta heliojsilva, pela fantástica interação:


É TEMPO DE MUDANÇA:

Ei! Tu que sonhas e sonha pequeno!
À sombra dessa corrupção maldita,
Como pretende mudar a desdita,
Com seu escudo de polietileno?
Vamos lá! Fé, chegou a nova aurora!
Peguem suas espadas da esperança,
Há muito já não somos mais crianças,
É tempo de mudança brusca agora.
Ouçam! São vozes únicas, milhões
Uníssonas, em prol de uma nação
Cansada, preparada pro rebate...
Vamos nos libertar desses grilhões,
Vamos acabar coa vil corrupção,
Vamos nos preparar para o combate!
O que esses maganos estão fazendo com a nação brasileira?
E o povo fica inerte, vamos esperar para ver o resultado das eleições... 

 
Orpheu Leal
Enviado por Orpheu Leal em 26/09/2017
Alterado em 17/01/2018


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras