Orpheu Leal

Como é bom viver em Paz!

Textos



Hoje é aniversário do Poema Dalangola. Vamos festejar? Aprenda a fazê-lo.



O POEMA DALANGOLA, estilo criado por José Cambinda Dala, em 05/03/2013, é formado por cinco versos. Pode ter uma ou mais estrofes. Cada estrofe tem todos os versos começando:

a) com as vogais a e i o u (ascendente ou descendentemente):
     Adoro meu Deus!
     E sou tão feliz!
     Interagir com o próximo embeleza minha vida.
     O de que mais gosto é escrever: 

     Uma trova, um soneto, um Poema Dalangola...
b) com a mesma consoante (ou encontro consonantal):
      Na....               Bra....
      Ne....               Bre....
      Ni....               Bri....
      No....               Bro....
      Nu....                Bru....
c) com as duas primeiras sílabas, sendo que a quarta letra sempre será a-e-i-o-u:
     Insa....                
     Inse....                
     Insi....                 
     Inso....                
     Insu....                                    
Em todos os casos deve-se empregar a sequência a-e-i-o-u:
Os versos são livres. O poema pode ter título ou não.

 


                              


Agradeço a Norma Aparecida Silveira Moraes por sua linda interação:

PARABÉNS E SUCESSO
PEÇO AQUI LICENÇA
PISCO OS OLHOS CONTENTE
POIS GOSTO DO SEU POEMA
PURAMENTE ESTILOSO.


 
Orpheu Leal e Lucia Armenio Leal
Enviado por Orpheu Leal em 05/03/2017
Alterado em 09/03/2017


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras