Orpheu Leal

Como é bom viver em Paz!

Textos



NO DIA EM QUE EU MORRI
                         
No dia em que eu morri,
Estive como a sonhar,
E sonhando nada vi;
No além fui despertar.
 
Lá, já estando acordado,
Como um estranho no ninho,
Logo após fui abordado,
Por ancestrais, com carinho.
 
Um espírito agora sou,
Sou invisível portanto,
Um fantasma camarada.
 
Noutro mundo agora estou,
Esqueçam então o espanto,
E aguardem sua chamada.
              
       
                     
Orpheu Leal
Enviado por Orpheu Leal em 06/08/2016
Alterado em 31/10/2016


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras